segunda-feira, 25 de maio de 2009

FESTAS JUNINAS

Você sabe a origem das festas juninas?
As Festas Juninas são celebradas ao longo do mês de junho. Sua origem foram as festas pagãs, com fogueiras e queimas de fogos para afugentar os maus espíritos. Elas começaram nos campos e plantações originando os trajes típicos de caipiras e sinhazinhas, com casamento de roça, discurso do padrinho e as capelinhas decoradas.Com o passar do tempo, as festividades foram tomando um cunho religioso. Pela tradição, a festa junina consiste em celebrar os bons resultados da colheita e também, pedir que o próximo plantio traga bons frutos. São João é o santo protetor das colheitas e se faz comemorar com seus seguidores: Santo Antonio e São Pedro (assim, 24, 13, 29 de junho).
Esta festividade demonstra devoção e homenagem dos devotos. As festas juninas estão enraizadas de arte popular com suas influências próprias das regiões, cheias de pureza, ingenuidade, poesia e inspiração.
Que tal aproveitar a expectativa das festas juninas e trabalhar um novo gênero textual com as crianças?
Um texto instrucional: Uma receita
Várias receitas de comidas típicas da festa junina levam milho: milho cozido, mingau, pamonha, bolo de milho, canjica, pipoca dentre outros.
Construa com as crianças um bilhete, pedindo às famílias sugestões de receitas que conhecem. É preciso colocar em evidência aspectos importantes desse gênero textual (bilhete):
- para quem estamos escrevendo?
- Quais as palavras usaremos para que o pessoal de casa compreenda nosso pedido?
- Como despedir?
- Devemos agradecer antecipadamente?
- Como a pessoa que lerá o bilhete ficará informada do prazo para enviar o material pedido?
Após pesquisar e trabalhar sobre receitas típicas do mês de junho, que tal construir um milharal de mentirinha com as crianças?
Utilizando os cilindros de papelão que vêm dentro dos rolos de papel higiênico, podemos construir as espigas de milho. Encape-os de papel fantasia amarelo para serem a base de cada milho.
Coloque a meninada para picar papel crepom, de um amarelo um pouco mais forte, fazendo bolinhas que futuramente serão os grãos do milho.
Passe cola nos tubos encapados (um risco de cola por vez) e peça que as crianças colem naquele risco, as bolinhas de papel crepom. Faça isso sucessivamente até que a espiga fique pronta.
Finalize a espiga com papel crepom verde. Arme o milharal numa grade ou tela da escola (escolha um local que não corra o risco de molhar ou faça você mesma uma grade de barbante na sua sala), adicionando algumas folhas confeccionadas também em papel crepom verde, para finalizar o milharal.

terça-feira, 19 de maio de 2009


CHEGOU A HORA DA FOGUEIRA
-Lamartine Babo -
Chegou a hora da fogueira
É noite de São João
O céu fica todo iluminado
Fica o céu todo estrelado
Pintadinho de balão
Pensando no caboclo a noite inteira
Também fica uma fogueira
Dentro do meu coração
Quando eu era pequenino
De pé no chão
Eu cortava papel fino
Pra fazer balão
E o balão ia subindo
Para o azul da imensidão
Hoje em dia o meu destino
Não vive em paz
O balão de papel fino
Já não sobe mais
O balão da ilusão
Levou pedra e foi ao chão

CAPELINHA DE MELÃO
autor: João de Barros e Adalberto Ribeiro

Capelinha de melão
é de São João.
É de cravo, é de rosa,
é de manjericão.
São João está dormindo,
não me ouve não.
Acordai, acordai, acordai, João.
Atirei rosas pelo caminho.
A ventania veio e levou.
Tu me fizeste com seus espinhos uma coroa de flor.__________________________________________

PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO
autor: Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago

Com a filha de João
Antônio ia se casar,
mas Pedro fugiu com a noiva
na hora de ir pro altar.
A fogueira está queimando,
o balão está subindo,
Antônio estava chorandoe Pedro estava fugindo.
E no fim dessa história,
ao apagar-se a fogueira,
João consolava Antônio,que caiu na bebedeira.__________________________________________
BALÃOZINHO

Venha cá, meu balãozinho.
Diga aonde você vai.
Vou subindo, vou pra longe, vou pra casa dos meus pais.
Ah, ah, ah, mas que bobagem.Nunca vi balão ter pai.
Fique quieto neste canto, e daí você não sai.
Toda mata pega fogo.
Passarinhos vão morrer.
Se cair em nossas matas, o que pode acontecer.
Já estou arrependido.Quanto mal faz um balão.
Ficarei bem quietinho, amarrado num cordão.__________________________________________
SONHO DE PAPEL
autor: Carlos Braga e Alberto Ribeiro

O balão vai subindo, vem caindo a garoa.
O céu é tão lindo e a noite é tão boa.
São João, São João!
Acende a fogueira no meu coração.
Sonho de papel a girar na escuridão
soltei em seu louvor no sonho multicor.
Oh! Meu São João.
Meu balão azul foi subindo devagar
O vento que soprou meu sonho carregou.
Nem vai mais voltar.__________________________________________
PULA A FOGUEIRA
autor: João B. Filho

Pula a fogueira Iaiá,
pula a fogueira Ioiô.
Cuidado para não se queimar.
Olha que a fogueira já queimou o meu amor.
Nesta noite de festança
todos caem na dança
alegrando o coração.
Foguetes, cantos e troca na cidade e na roça
em louvor a São João.
Nesta noite de folguedo
todos brincam sem medoa soltar seu pistolão.
Morena flor do sertão, quero saber se tu és
dona do meu coração.__________________________________________
CAI, CAI, BALÃO

Cai, cai, balão.Cai, cai, balão.
Aqui na minha mão.
Não vou lá, não vou lá, não vou lá.
Tenho medo de apanhar.
Aniversário do Municipio- 18 de maio
Vivenciamos o aniversário da cidade no ultimo dia 15 de maio com apresentação de diversas manifestações culturais.
Minha turma representou as comidas gigantes, que são preparadas no período junino, através da musica "Caruaru Festança" do cantor, também caruaruense, Israel Filho.







sexta-feira, 15 de maio de 2009

Às mamães
A comemoração foi realizada no ultimo dia 8 de maio, com um jantar e apresentação de slides de fotos dos projetos vivenciados na escola pelos filhos, uma vez que estes não puderam estar presentes.
Infelizmente, o grupo de professoras do 1º turno não esteve presente pela indisponibilidade de transporte que dificultou nossa participação.
Mas não nos abatemos! Às mamães que nos procuram todos os dias, vai meu agradecimento pela confiança, e meus votos de eternas felicidades.
Parabéns!

sábado, 2 de maio de 2009






Este ano, a Secretaria de Educação, propôs às escolas que trabalhassem o Projeto por um planeta mais protegido, sob as diretrizes dos subtemas:














FOGO









TERRA









ÁGUA









AR









No último dia 29 de abril, tivemos a 1ª culminancia com o primeiro subtema; o fogo.










Cada sala representou uma temática que envolvesse o fogo, desde a época da Idade da Pedra, o qual o 1º ano representou muito bem.











Parabéns a toda equipe envolvida e comprometida da escola.